domingo, 6 de janeiro de 2019

Existe o "certo" para cada família?



Observando outras famílias de amigos dos meus filhos, percebi que não existe o certo, existe o que é mais adequado para cada família.

Por exemplo, alguns dizem, o certo é amamentar a criança por 6 meses exclusivamente e o que a mãe que quer seguir esta recomendação deve fazer quando ela não produz leite suficiente para alimentar o filho? Ela vai ter que complementar a alimentação do filho com fórmulas recomendadas pelo pediatra. Isso significa que a família tem que se adequar àquela realidade e fazer o que é melhor para eles.

É importante as pessoas analisarem melhor cada caso, antes de saírem julgando ou ditando o que deve ser feito. Pois, nem sempre o que é bom para uma família será bom para outra.

Esta reflexão se aplica para nós próprios também, já que da mesma forma que para os outros, nem sempre é bom algo que foi bom para gente, o contrário também é verdade. Então, vamos ter mais cuidado antes de tentar seguir a recomendação ou senso comum a risca, pois nem sempre será o melhor para gente.

Liberte-se de paradigmas prontos e receitas de bolo e viva sua vida da melhor forma possível para você e não para os outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário